O Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) organiza o Anuário Brasileiro de Segurança Pública (ABSP) com base em informações fornecidas pelas Secretarias de Segurança Pública estaduais, pelo Tesouro Nacional, pelas Polícias Civis, Militares e Federal, entre outras fontes oficiais da Segurança Pública.

A edição 2021 do relatório foi publicada ontem, 15/07, e reúne dados do país inteiro, oferecendo um panorama completo e detalhado sobre a situação da segurança no Brasil no último ano, e é uma ferramenta que pode ser usada para o desenvolvimento de políticas públicas.

Em seu diagnóstico, a 15ª Edição do anuário aponta recorde de letalidade policial, aumento nos assassinatos em pleno ano de pandemia, diminuição de crimes patrimoniais e alta na violência contra a população LGBTQIA+.

O estudo também observou uma redução nos gastos públicos com segurança. Segundo reportagem do G1, em 2020 foram investidos R$96,34 bilhões contra R$98,09 bilhões em 2019.

“Esse recuo está bastante associado ao enfrentamento da pandemia de Covid-19, que implicou um aumento expressivo dos esforços municipais em saúde, em especial porque são estes entes os responsáveis pela atenção básica, isto é, pela porta de entrada no SUS, e houve importante aumento desse serviço em complemento à assistência hospitalar”, afirmam Samira Bueno e Ursula Dias Peres, pesquisadoras do FBSP em entrevista ao G1.

O 15º Anuário Brasileiro de Segurança Pública está disponível gratuitamente e em diversos formatos no site do Fórum, acessível clicando aqui.